ANIVERSÁRIO E DUAS EDIÇÕES ESTE MÊS

ANIVERSÁRIO

E DUAS EDIÇÕES ESTE MÊS

 

Começámos em setembro, com um número experimental, em 1969 com uma tremenda complicação de papéis e censura.

A informação da direcção da Junta de Turismo que também mandava, demorou a chegar e a autorizar, só pudemos fazer uma edição de ”número único” que se regia de modo diferente do jornal de saída regular. Mas saímos em grande e já naquela altura com um suplemento especial para turistas com texto em francês, inglês e naturalmente português. Estávamos no melhor dos anos sessenta.

Mas o Mês de Maio é o de aniversário, a insistência ou persistência e a irreverência da juventude conseguiu ultrapassar tudo e todos e o numero 1 do nosso jornal lá saiu com muita dificuldade, mas com mais apoios do que conseguiríamos hoje.

O povo esteve sempre do nosso lado, contrariando as instituições que dificilmente nos aceitavam. Os assinantes eram muitos e mais do que aqueles que temos hoje, diziam-se “sócios” e não assinantes. E sempre foi o “nosso” jornal.

Sempre militámos na diferença- o papel era couché, a impressão de tipografia passou para offset, a cores. Tudo e todos elogiavam as imagens, pois a maioria dos jornais, na altura, poucas ou nenhumas fotografias tinham, eram de zincogravuras e custavam caro, além da falta de nitidez.

E os colaboradores eram e são ainda de grande qualidade.

Alguns já nos deixaram outros desistiram de colaborar por falta de saúde. Não podemos esquecer

A. Alcântara Martins; Chancerelle de Machete; João Martins; Armando Inácio; Mariano Garcia; José Serra; Carlos Gomes; Padre Eduardo Moreira; J.F. Lourenço; Amândio Quinto; Ferreira da Silva; Avelãs Coelho; Alencastre Telo (autor da canção Ericeira cantada por Gabriel Cardoso); António Albino Gomes; Pedro Garrido Vicente (Fotógrafo) Luís Palhano; Silvério Melo; Ana Paula Matos Gregório; Madeira Santos; Ismael Gonçalves e outros que recordamos com saudade.

Este mês por ser o mês do 48º aniversário fazemos duas edições, (a sentirmos grande estaleca) dia 12 edição especial do Festival do Polvo, só para assinantes e para distribuição nos restaurantes participantes do Festival , e dia 25 edição de aniversário com o super-suplemento O MELHOR… com capa dura e ainda mais sofisticado.