Opinião

“A Economia vai ter de recomeçar a mexer.”

Neste processo, que se quer seguro, quer para clientes, quer para empresas, o papel dos empresários que perante esta enorme adversidade não baixam os braços é de registar e de salientar.

O impacto brutal na economia (primeiro trimestre de 2020 com queda de 2,4% do PIB) com a paragem das actividades já se faz sentir fortemente, o cenário na restauração e hotelaria é devastador.

A reabertura destes espaços comerciais vai ser efectuado com inúmeras condicionantes, que vão desde a redução do número de clientes pelo espaço do estabelecimento, até a medidas de higiene e segurança alimentar bastante rigorosas.

A tudo isto temos de acrescentar a significativa redução de clientes, quer por medo da Covid-19, quer por quebra nos rendimentos. 

Não existem soluções milagrosas nem uma só solução nesta equação, mas todos podemos ser parte da solução, consumindo nacional, preferindo o comércio tradicional, os nossos produtores locais e quando possível pedir através de Takeaway ou indo ao nosso restaurante de eleição.

Estes pequenos gestos podem fazer toda a diferença na vida de um empresário, ajudam a manter postos de trabalho e a manter a nossa economia local a funcionar. 

Todos juntos fazemos parte da solução, todos unidos fazemos a diferença.

Pedro Fernandes Tomás 

Acerca do autor

Pedro Tomás

Pedro Tomás

Notas Soltas

Adicionar comentário

Clique para comentar