RECRIAÇÃO HISTÓRICA

 “UM DIA NA CONSTRUÇÃO”

 DO REAL EDIFÍCIO DE MAFRA

 

Nos próximos dias 24 e 25 de junho, a vila de Mafra viaja até ao tempo da construção do seu ex-libris. Mais de 100 figurantes voluntários dão vida a uma recriação histórica realizada no ano em que se assinalam os 300 anos do lançamento da primeira pedra do Real Edifício de Mafra. Num espaço habitualmente vedado ao público, poderemos assistir a cenas que evocam a vida do século XVIII e a corte de D. João V.

 

Numa organização da Câmara Municipal de Mafra, a viagem começa com um frade franciscano a descrever as cerimónias do lançamento da primeira pedra, em 17 de novembro de 1717, prolongando-se até 1730, após a sagração da Basílica. O público poderá observar a recriação de uma mostra dos trabalhos desenvolvidos ao longo destes 13 anos de construção, com pedreiros, canteiros, carpinteiros, tanoeiros e serralheiros em ação, assim como dos projetos de arquitetura e do processo das encomendas régias.

 

Além dos milhares de trabalhadores anónimos que serão homenageados nesta recriação histórica, os visitantes poderão conhecer também melhor alguns dos principais intervenientes no processo de construção, tais como D. João V, D. José I, D. António (irmão do Rei), o Arquiteto Ludovice, António Gravo (mestre da Real Obra), António Soares Faria (tesoureiro), Custódio Vieira (engenheiro da Real Obra), D. Francisco Xavier de Menezes (Conde da Ericeira) e Correia de Abreu (Oficial da Secretaria de Estado).

O público poderá escolher uma das datas disponíveis e assistir aos diversos momentos que se vão repetindo durante a tarde, a partir das 15 horas, com a última entrada às 18 horas.

 

A entrada é gratuita e faz-se pelo torreão sul.