O RANCHO FOLCLÓRICO de Monte Godel fez anos

E a festa, só não foi de arromba, por um elemento que estava prevista a sua presença na festa e para a realização da “profissão de fé” de sua filha, faleceu em Paris (França).

E como em Monte Godel, quase toda a gente é família, o acontecimento calou fundo nos corações, inesperadamente, a noticia da morte súbita de Rogério Reis, com 39 anos , que se prevê seja realizado o funeral para o cemitério de Santo Isidoro ainda esta semana. Rogério trabalhava na construção civil e era emigrante em França.

Os ranchos convidados desfilaram na rua dos Reis e mostraram os seus dotes perante um público educado nestas artes há muitos anos habituado a ver e comparar. Os petiscos não faltaram com a cozinha cheia de auxiliares voluntários e a servir as mesas.

O bacalhau à Monte Godel, a carne de porco, cachola, Frango do campo e a feijoada eram os reis da ventosa zona dos opíparos manjares.

 

Os convidados, desta vez, foram a vereadora Aldevina, Dr. Inácio Beirão, o pároco Carlos Alexandre Pinto, a presidente da Junta de freguesia de Santo Isidoro, Dra Cecília Miranda e o Chefe dos escuteiros de Sto Isidoro que foram recebidos pelo presidente da Associação anfitriã, Sr. Carlos Reis.

 

Godel1Godel3Godel 2