Geral Opinião

O Racismo

Portugal institucionalmente não é um país marcadamente racista, nem estruturalmente,, no entanto tem atitudes racistas, que não podemos deixar passar em claro.

Esta  semana em Portugal, inesperadamente, tivemos a  notícia de que se realizou  uma  cópia grosseira  duma manifestação do ku Klux Klan dos USA, em frente à sede da associação SOS racismo, seguido duma ameaça a membros eleitos da nossa Assembleia da República, factos  inaceitáveis  e inéditos na sociedade portuguesa, constituindo  este último um crime público.

O respeito pelo outro, pelo seu semelhante, pelo diferente, é algo que infelizmente não é hereditário, ou seja não vem no DNA  é algo que é transmitido pelo meio ambiente em que a pessoa cresce e se insere , factor que tem sido  objeto de  estudo da psicologia moderna, na forma como este condiciona e determina o comportamento humano,  dado que este é um factor essencial na formação da personalidade das pessoas.

O respeito pelo outro é um valor universal, é  um valor do domínio da ética, que como dizia Aristóteles, só é ético quem é instruído.

A instrução, é dada pelas famílias e pelas escolas que têm a obrigação de incutir valores aos jovens, ensinando-lhes, psicologia, ensinando-lhes ética, ensinando-lhes filosofia, ou seja ensinando-os a pensar,como  seres racionais, capazes de distinguirem o bem do mal, capazes de preverem o efeito  que as suas atitudes provocam.

O racismo existente na sociedade portuguesa é pois fruto do meio  ambiente eda deficiente de instrução existente na sociedade portuguesa atual.

Esta lacuna  grave na instrução da nossa população , infelizmente, tem sido aproveitada pelo líder do  partido CHEGA, para dela tirar partido e crescer em futuros atos eleitorais, , quando profere discursos violentos  contra a comunidade cigana, quando a  quer isolar para controlar o vírus da Covid,  e quando inclusive,  em pleno parlamento, manda a deputada  Joacine de volta para a sua terra.

Esta crispação excessiva em que atualmente vivemos, e que dá origem a estes fenómenos exdruxulos de racismo  na sociedade portuguesa  , que não  são   normais, nem fazem parte  da nossa identidade como nação,  conhecida pelos seus brandos costumes, têm   em minha opinião sido potenciados  pelas  sucessivas crises financeiras, em que temos vivido neste dealbar do século XXI do ódio propalado nas redes sociais, e  sobretudo pelas deficientes  políticas públicas de educação, que têm reformado o setor da educação inconsistente e constantemente, sem  tempo sequer para se poderem tirar ilações acerca  dos resultados das mesmas.

Sendo militar do QP, acho que a instrução militar, e os valores nela transmitidos, fazem falta na formação dos nossos jovens, que na Instituição tinham contato com pessoal de todas as raças e credos , e nela eram tratados como iguais., conhecendo-se e  aprendendo a respeitarem-se.

Nuno Pereira da Silva

Coronel de Infantaria na Reserva

Acerca do autor

Nuno Pereira da Silva

Nuno Pereira da Silva

Coronel de Infantaria na Reserva

Adicionar comentário

Clique para comentar