Aniversarios

Hoje faz anos Joaquim Casado

A pedido de vários leitores chamamos a atenção para este dia festivo em jeito de homenagem a um dos melhores presidentes de Junta da Ericeira.

Parabéns ao Joaquim Casado.

De facto a memória de todos é fraca, volátil. E na verdade Casado merecia uma homenagem enquanto vivo e nunca depois de morto. Ele e muitos outros sempre esquecidos na Ericeira. Não queremos dizer que está a morrer, e que viva por muitos anos e que nós possamos ver, não, o que lembramos é que existem muitas pessoas aqui bem perto de nós e que deviam ser homenageadas, vivas e nem que fosse com um ramo de flores.

Um jantar ou um almoço bem português de certo que seria uma boa ideia mas que não haverá um local para caberem todos os que quererão estar presentes. Mas tentar não será demais.

Aceitam-se ideias.

Joaquim Casado fez muita coisa que não deve ser esquecida e que se registe para memória futura e que deve ser reconhecida por todos os que aqui vivem.

Tem defeitos, como todos nós, mas o que interessa realçar é o trabalho, e não foi pouco o que fez a bem desta terra e podia fazer ainda muito mais, só não percebemos porque não lhe dão ouvidos, pois está sempre pronto a falar. E não fica mal a ninguém ouvir.

Temos muitas saudades de soluções atrevidas. Das que ninguém espera. Temos saudades de ouvir falar da Ericeira como exemplo internacional para soluções ambientais. Do gasóleo do óleo das frituras, dos recuperadores de óleo (entretanto desaparecidos). Desde as rolhas, as garrafas de champagne, o papel, o cartão. As tampinhas, A selecção manual que ocupava recuperados da droga e álcool e… muitos etceteras.

A ultima entrevista de Joaquim Casado numa oportunidade perdida para desabafar e não o fez!

Não temos procuração do ex-presidente da Junta, mas falamos embora a pedido de muitos leitores, de boa vontade e certos de uma boa oportunidade para elogiar quem merece. Podem haver coisas que correm menos bem, como uns “sofás que caíram a pele como caspa, e ainda aguardam solução” , mas isso são pormenores e atribulações de um vasto caminho recheado de boas ideias e tantas soluções. Somos testemunhas e criticámos quando era caso para isso, mas o Saldo é altamente positivo. E só se pode criticar quem faz trabalho. Só não há criticas quando nada se faz.

Acerca do autor

ericeiraonline

ericeiraonline

Adicionar comentário

Clique para comentar