HÁ FESTIVAIS & FESTIVAIS

Muita gente se admira  por vezes que não façamos promoção de alguns festivais que vão acontecendo por aqui e para não haverem dúvidas explicamos. Eles não acreditam em nós.

Doa a quem doer mas seremos os primeiros a fazê-lo pois o resto terá as sua razões e medos.

As festas que anunciamos de associações fazemo-lo gratuitamente. As festas e concertos que acontecem comerciais, de bilhetes comprados, altamente subsidiadas e que choram não ter dinheiro, por e simplesmente, que nos desculpem, mas ignoramos todos na mesma medida que nos ignoram comercialmente .

E damos exemplos: O Palácio de Mafra até chega a ter uma Agencia de comunicação para enviar convites e fazer redacções das noticias, paga evidentemente, e não tem dinheiro para a imprensa regional?

A publicidade que mantém as nossas publicações, são de empresas que se preocupam com o local onde estão estabelecidas, por isso são promovidas e acarinhadas sempre que o podemos fazer.

Agora os importantes: Palácio, Tapada e outros tais, como o Summer Fest e empresas de roupa de surf e acessórios de surf, acham que os nossos leitores não são importantes, são tesos, não têm dinheiro.  São de menor importância, de baixo ou fora da tabela do índice do público comprador.

Daí resulta – nada contarmos para as suas campanhas de publicidade que não são assim tão pequenas como imaginam. O palácio de Mafra, chora que não tem verbas, mas é apoiado por inúmeros “sponsors” como se pode ver no rodapé dos cartazes. Por outras palavras se informamos gratuitamente agradecem e dão palmadinhas nas costas, pagar, isso não está previsto…temos obrigação de fazer reportagens e colocar anúncios gratuitos…gasolina, e material que se gaste…que pague o mesmo!

As conclusões retirem os leitores. Pois ainda há no nosso concelho jornais, rádios e blogues que dão à borla o seu espaço e muitas horas de trabalho, só para dizer que estiveram lá.

Nós já caímos nessa esparrela, e hoje a velhice dá-nos um pouco de calo…pois isso de dizer que é bom no futuro…é totalmente mentira -o nosso futuro é hoje, e já demos muito para essas festas!