Empresários de Lisboa pagam mais pelo seguro automóvel

Empresários de Lisboa pagam mais 17% pelo seguro automóvel

Um pequeno empresário de Lisboa irá pagar mais 17% pelo seu seguro automóvel de danos próprios do que um empresário açoriano (e mais 6% em comparação a um empresário de Setúbal), revela estudo da plataforma gratuita de comparação de produtos financeiros ComparaJá.pt.

De forma a apurar quais as diferenças no prémio do seguro em função do distrito de circulação, o portal independente analisou a oferta da Allianz, Caravela, NSeguros, Liberty, Lusitania e Tranquilidade, seguradoras que detêm quase metade da quota deste mercado no nosso país. As conclusões apontam para uma disparidade de até 452€ no custo anual, sendo Braga e Porto os distritos onde os prémios são mais elevados. É nos Açores que os preços são mais reduzidos.

A análise do ComparaJá.pt teve como base uma Renault Kangoo, carro que liderou o top de vendas no segmento dos comerciais ligeiros em 2016, e foi desenvolvida a partir do caso de um pequeno empresário (canalizador) de 45 anos de idade que tem carta há 25 anos e que não registou qualquer sinistro nos últimos cinco anos.

Esta plataforma online fez a comparação do prémio do seguro automóvel de danos próprios para o mesmo perfil tendo como única variante a localidade de circulação. Assim, a Lisboa, Porto, Braga, Aveiro, Setúbal e Faro, os seis distritos que contavam com o maior número de empresas registadas no início deste ano, foram adicionadas as regiões autónomas da Madeira (Funchal) e dos Açores (Ponta Delgada) de forma a aferir as diferenças de custos consoante a localidade de circulação.

 

Ilhas e Sul com prémios anuais mais favoráveis

De acordo com a análise do portal gratuito de comparação financeira, existe uma tendência entre todas as seguradoras escrutinadas em praticarem preços mais competitivos em Ponta Delgada, Faro e Funchal, cujas médias de prémios anuais que o pequeno empresário teria de pagar seriam de 542, 546 e 560 euros, respetivamente.

Opostamente, entre os distritos cujos prémios anuais são mais elevados podem encontrar-se Braga, Porto e Lisboa. De acordo com as contas do ComparaJá.pt, nestas regiões o pequeno empresário teria de desembolsar uma média de 664, 654 e 634 euros, respetivamente.

“A densidade do parque automóvel e a correspondente exposição ao risco e sinistralidade é claramente um dos fatores que sugere o agravamento dos prémios de seguro automóvel, existindo uma visível tendência para que este fator se agudize à medida que caminhamos para norte no mapa”, explica Miguel Mamede, responsável pela área de seguros do ComparaJá.pt, referindo ainda que “por oposição, o Sul e as Ilhas, representados na análise por Faro, Ponta Delgada e Funchal, são as regiões em que os prémios anuais são mais competitivos”.

“O facto de os prémios anuais serem mais elevados no distrito de Braga em todas as seguradoras, quando comparados com todos os outros distritos, leva-nos a inferir que a experiência das seguradoras é comum neste distrito, independentemente da sua representatividade. Este facto é extensível ao Porto, distrito em que os prémios são, em média, 21% mais gravosos do que em Ponta Delgada”, conclui o responsável do ComparaJá.pt.