Cristiano Ronaldo, a queda de um Anjo ?

Cristiano Ronaldo, a queda de um Anjo ?

A acusação de violação que pende sobre a cabeça do nosso maior
futebolista de todos os tempos, já fez correr muita tinta nos jornais, e
arrisca a tornar-se o caso mais mediático de sempre em Portugal.

Neste tão insólito caso ocorrido há cerca de uma década em Las Vegas
aquando da transferência de Ronaldo para o Real Madrid, não parece
haver dúvidas absolutamente nenhumas, que terá havido uma relação
sexual, que segundo Ronaldo foi consentida, facto que é negado pela
alegada vítima que afirma peremptoriamente o contrário.
É só sobre o facto de a relação ter sido consentida ou não, que o juíz, que
for nomeado para instrução do processo, e eventualmente um tribunal de
júri posteriormente, irão julgar o caso.
Caberá à acusação provar que a eventual vítima foi violada, caberá à
defesa provar que houve consentimento.
Tudo o resto é espetáculo e acessório servindo exclusivamente para
vender jornais e revistas cor de rosa por todo o Mundo, dado que o atleta
em causa é uma figura do desporto global.
Claro que abonam a favor de Cristiano Ronaldo vários factores , que têm
sido relevados exaustivamente em todos os media e com particular
enfoque nas redes sociais, relativas às suas inúmeras ações beneméritas a
favor de várias Instituições de Solidariedade Social a quem tem doado
parte do dinheiro que recebe, bem como o trabalho árduo que tem
denodadamente realizado diariamente para ser e manter-se o melhor
atleta de todos os tempos no futebol a nível mundial, factos que relevam
que para além de exímio atleta é também um bom cidadão. No entanto
não é por isso que irá ser julgado, o que irá ser julgado é única e
exclusivamente se a relação sexual com a alegada vítima Norte Americana
do Estado do Nevada foi ou não por ela consentida.
Caberá à acusação para além de provar que: não houve consentimento na
relação sexual por parte da sua constituinte; desmontar alguns dos
elementos que supra enumerei; insinuar e tentar demonstrar que as
inúmeras relações que o CR7 tem tido com o sexo oposto, têm sido a
maioria das vezes, relações perversas, pouco maduras, terminando quase

sempre de forma tumultuosa, e todas sempre estranhamente tuteladas
pela mãe, sinal que CR7 não conseguiu ainda vencer o complexo de Édipo
em relação à progenitora; bem como especular acerca da estranha
conduta assumida por Cristiano em relação à paternidade de três dos seus
filhos, fora da atual relação, sem ser por métodos normais, factos não
condizentes com a imagem de atleta sem mácula que a defesa vai
apresentar.
É bom que nos preparemos para assistir a um lavar de roupa suja, que
está e irá ser prejudicial para a imagem do atleta por nós estranhamente
santificado e mitificado.

Nuno Pereira da Silva 
Coronel de Infantaria na reserva