A Gastronomia um “trunfo” turístico da Ericeira

A CÂMARA DE MAFRA

NÃO QUER QUE O TURISMO ABRANDE

Sem dúvida que este executivo, mesmo que se queiram apontar criticas, não pode ser pelo facto de não trabalhar.

Está sempre a preparar eventos e apoios para incrementar o turismo nomeadamente na Ericeira e franjas geográficas, onde o poder do sol e mar é mais preponderante,

mas que não pode ficar apenas por aí.

A aposta no outdoor, a última das mensagens que este executivo apressa os agentes locais a terem disso consciência é uma aposta certa. A Ericeira e todo o nosso Concelho precisa despertar, pois tem todos os ingredientes para essa receita, que quase basta aquecer em lume brando e servir.

Não há fome que não dê em fartura

Com este apressar, ontem reuniu com uma pequena parte da restauração da Vila da Ericeira e arredores, (pois não é fácil, mas é urgente, convocar) a totalidade desta parte do tecido económico da nossa costa (que tem muito para discutir), e apresentou, para já, várias iniciativas ou Mostras gastronómicas que vão acontecer no Mercado Municipal em vias de ressurgir com outra dinâmica ainda em estudo.

Serão a dia 22 e 23 de Abril Mostra com degustação e showcooking de Raia, seguindo-se (englobado no Festival do Polvo, que será a 12 até 21 de Maio), a Mostra do Polvo com showcooking de polvo no fim de semana 13 e 14 de Maio. A 27 e 28 de Maio o Mexilhão vai ser a grande vedeta, também com prova e showcooking. A cavala que tem subido de categoria entre o esquecimento a que estava votada, vai ter uma Mostra nos dias 10 e 11 de Junho, com showcooking com presença de chefs de cozinha. Por fim o Percebe, parente pobre do Marisco real, não deixa de ser uma vedeta merecedora também de degustação e showcooking por Chefs de cozinha nos dias 24 e 25 de Junho, sempre no piso do peixe no Mercado Municipal da Ericeira.

Tudo para surpreender quem nos visita e despertar o interesse para a restauração local que terá de fazer um esforço para também ter estes endógenos na sua Lista.

A novidade é que os restaurantes foram convidados a participar não só nestas apresentações com boas receitas de pratos, quer inovadores ou tradicionais, quer participando nestas mesmas alturas com especialidades gastronómicas, acompanhando assim a promoção dos temas propostos.